segunda-feira, 25 de abril de 2011

Estar de castigo por causa duma negativa a matemática.
Não ter escola.
Os adultos excitadíssimos.
Muito rádio.
Programas estranhos na televisão.
Palavras novas que não conhecíamos: Revolução, manifestação, democracia, fascismo...
Gente na rua.
Proibição de ir para a rua. Era perigoso.
E finalmente, perceber que tínhamos uma segunda oportunidade.
É disto que eu me lembro do 25 de Abril de 1974.

1 comentário:

Constantino, Guardador de Vacas disse...

Na verdade já pouco mais há para lembrar.