quarta-feira, 6 de abril de 2011

Não tenho nada contra estrangeiros, mas quando os atendo gosto que estejam sozinhos. Pronto. Quando vêm em pares, ou em trios, têm a desconfortável tendência de começar a comunicar entre si na sua língua. Os chineses fazem-no de forma particularmente provocadora. Não porque estejam deliberadamente a provocar mas porque a sua forma de falar inclui risos, vénias e entoações que nos levam sempre a desconfiar que não estão a dizer qualquer coisa do género: "Trouxeste o documento de identificação para preencher aqui isto?", mas antes qualquer coisa como: "Eh eh eh! Vamos intrujar mais esta?". Claro que o problema deve estar em mim e não neles... E é claro que quando eu estou no estrangeiro não falo inglês com o meu marido só para que à volta nos entendam. Será que pensam o mesmo de nós?

6 comentários:

Constantino, Guardador de Vacas disse...

Oh Castanha Pilada e também ficas com os olhos em bico?

Castanha Pilada disse...

Depende! às vezes fico, mas é com os preços!

Mirian Martin disse...

Ah, puxa! Estou vendo com meu irmão a expressão ideal para se dizer nesses casos. Daqui a pouco eu volto.

Mirian Martin disse...

A expressão é " niga, niga", que você pode repetir vez ou outra, até eles se tocarem que há algo de errado ali. :)))

Castanha Pilada disse...

Niga niga???!!! Isso quer dizer o quê???!!! :)))

Nós, Os Cachorros!!! disse...

Muito feliz por saber que voltou!!!
Sinceramente posso lhe dizer por experiência própria quanto aos chineses: são terríveis...
Realmente parece que estão debochando de nossa cara...