terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Há uns anos atrás atendi uma senhora velhinha, de xaile negro que lhe cobria a figura, revelando apenas as mãos e um rosto pequenino. Notei que ambos tinham cicatrizes muito visíveis. A senhora estava completamente confusa e envergonhada. Não sabia ao que vinha nem o que tinha para tratar. Justificou-se:
- É que o meu marido é que tratava disto tudo sabe?
Depois de muito esforço e buscas no arquivo a fim de tentar descobrir o objectivo da sua visita, atrevi-me a perguntar-lhe:
- Mas porque não vem cá o marido da senhora?
- É que ele faleceu no mês passado menina.
Mentalmente castiguei-me – “Sua estúpida! Já meteste água!” – e tentei remediar, claro. Pedi-lhe desculpa, dei-lhe os sentimentos e rematei com aquela conversa de circunstância:
- Deve ser muito difícil para a senhora estar sozinha...
- Não! – atalhou ela apressada – O filha da puta já devia era ter ido há mais tempo! Batia-me todos os dias e duma vez até me obrigou a entrar no forno de lenha ainda cheio de brasas! Eu só pedia a Deus que ele morresse antes de mim nem que fosse só um dia... para eu poder saber o que é viver com descanso!... E Deus atendeu-me!

8 comentários:

Emiele disse...

Olá! Venho só 'marcar o ponto' porque estive estes dias todos sem net, e assim que pude vim espreitar o Histórias. É uma história formidável esta! Muitas vezes imaginamos que seja isso que esse tipo de viúvas pensa, mas depois, muito certinhas, dizem aquilo que a sociedade espera que digam... Que alívio e que bom ouvir uma dessas falar com sinceridade.
Fico a desejar que ainda goze muitos anos longe do estupor!!!

Paula Raposo disse...

E toda a vida agonizou! Mas ainda bem que lhe foi feita a vontade.
Beijos.

Castanha Pilada disse...

Emiele e Paula, Deus é grande. Não é o que dizem?

R. disse...

A expressão "viúva alegre" nasceu para casos como estes. ;)

R.

A Senhora disse...

Tadinha! Ainda bem que "a coisa" morreu, aliás, o estupor (fazia tempo que não via esta palavra, Emiele! ).

Taralhoca disse...

Só é pena que tenha aguentado o estupor a vida inteira.

Mariquinhas disse...

Ah, "Deus é grande" e, ainda bem, dessa vez não estava mouco - "Haja Deus"...

Castanha Pilada disse...

R., e assenta bem.

Senhora, ainda bem. Amen!

Taralhoca, inteira inteira não!

Mariquinhas, pois não, esteve só distraído por uns anos!