terça-feira, 28 de abril de 2009

Eu tinha vista directa para a cozinha. Então, enquanto esperámos pela comida, diverti-me a cuscar e a fazer o relato para o meu marido, sentado à minha frente. Era um daqueles restaurantes modestos e com pouco espaço mas que enchem todos os dias, o que os leva a fazer das mesas de quatro duas de dois, afastando-as um pouco. O que signigica que ao nosso lado tínhamos um casal que, não fora o facto de não conhecermos de lado nenhum, estava praticamente a jantar connosco. Mas eu, nem aí, só me interessava pelo que se passava na cozinha. E ia comentando.
- O que está a sair mais é o arroz de tamboril!
- ...
- Uau! Sabes como é que eles fazem o arroz de tamboril? Aquilo é num instantinho!
- ...
- Têm ali um tupperware com molho, outro com arroz branco cozido e outro com bocados de tamboril já cozinhados também.
- ...
- O cozinheiro põe um bocado de molho num tachinho e junta um boado de arroz cozido. Mexe um bocado ao lume, atira para lá uns bocados de tamboril e já está!
- ...
- O arroz branco até sai de lá com cor!
- ...
- Mas sinceramente, aquilo não é grande coisa, ainda bem que não pedimos aquela porcaria!

Aí, reparei que o meu marido me estava a fazer sinais com os olhinhos para o lado do casal da mesa anexa. Pois. Eles estavam à espera de arroz de tamboril.

8 comentários:

A Senhora disse...

Também! A culpa é deles! Quem mandou pedir arroz de tamboril (seja lá o que seja isso)? :))

Castanha Pilada disse...

Mais nada!

kuka disse...

Eu acho que isso foi a desculpa que ele deu quando reparaste que estava a fazer olhinhos para a menina da mesa ao lado.

Castanha Pilada disse...

Lol! Qual quê? Não há concorrência para mim! :)))

Saltapocinhas disse...

também faço muitas vezes o papel de relatora, porque costumo ficar sempre virada para o lado mais interessante... ou então é porque ele, nem que esteja virado para o melhor escandalo do mundo, não liga nada!
e às vezes também falo demais!
por isso gosto de restaurantes com mesas bem afastadas!

Emiele disse...

Essa coisa de jantarmos ou almoçarmos «ao colo» uns dos outros é até a coisa que me leva a não gostar especialmente de comer «fóra». Ainda por cima das poucas coisas de que gosto em casa é cozinhar (e modéstia à parte, acho que cozinho bem!)
Essa conversa não teve importância, mas se quisesses dizer alguma coisa mais pessoal?! Que chatice.

Quanto ao arroz de tamboril, não é má ideia. assim à moda do Ikea, vem tudo em peças separadas, e eles depois fazem a montagem.

Castanha Pilada disse...

Saltapocinhas, é isso. Nós, nem que estejamos viradas para a parede, conseguimos fazerum relato à maneira!

Emiele, eu gosto de cozinhar também. Mas também aprecio ficar sentadita à espera que me sirvam!

Nós, Os Cachorros!!! disse...

Aqui no Japão a maioria dos restaurantes são assim, portanto temos que nos acostumar...
Não é nada agradável, ainda mais porque os japas possuem hábitos diferentes dos nossos...
Achei engraçado seu comentário e o silêncio de seu marido...
Mas, me diga amiga, como se sentiste depois do comentário?
Seus "vizinhos" a olharam de maneira diferente?!
Beijos