quarta-feira, 29 de abril de 2009

Não é política desta casa contar anedotas alheias, mas acho esta particularmente boa.

Um explorador viu-se no meio da selva, perdido e rodeado de indígenas canibais. Sem saber o que fazer, teve um desabafo em voz alta:
- Estou fodido!
Nesse momento as nuvens afastaram-se no céu e uma voz poderosa ecoou pela selva:
- Não meu filho! Não estás fodido!
Cheio de esperança, o explorador voltou-se para o firmamento:
- Não estou? Como não estou?
A voz respondeu:
- Estás a ver esse indígena à tua frente com dois ossos no cabelo?
- Sim!
- É o chefe. Pega na pedra mais pesada que tiveres à mão e atira-lha com toda a força, de modo a acertares na cabeça!
O explorador assim fez. Logo a seguir, a voz falou de novo:
- Agora sim meu filho! Estás fodido!

6 comentários:

A Senhora disse...

:)))))
É... De certa forma é assim mesmo que fazemos. Acreditamos tanto que estamos fodidos que caprichamos na pontaria. :))


bjs

Adoro o Chico!!!

Castanha Pilada disse...

E depois acreditamos tanto que não estamos que facilitamos!

papagaio disse...

ehehehhe é o que da em ouvir a nossa voz interior so nos lixa

Saltapocinhas disse...

ihihihihihih!!
coitado!!

Mariquinhas disse...

Sofrer por antecipação e actuar precipitadamente é o que dá.
Mas, naquela situação, quem não perderia a cabeça ou (mais comum) se "borraria" de medo?!

Castanha Pilada disse...

Papagaio, gostei dessa da voz interior, lol!

É assim Saltapocinhas, às vezes corre bem, às vezes corre mal.

Mariquinhas, ouvir conselhos dos outros também não é boa política.