quarta-feira, 1 de abril de 2009

Ia casar. Pela igreja. Justamente o que eu tinha passado a vida a dizer que nunca faria. Contrariadíssima, tive que ir a um gabinete qualquer de que já não sei o nome mas tinha a ver com o bispo, buscar um papel qualquer para entregar na conservatória. Quando entrei no escritoriozinho sombrio, vi uma beata cheia de verdete sentada atrás dum balcão. Usava uns óculos em bico como nos anos sessenta e um casaquinho de malha azulinho-bebé pelas costas. Tinha certamente os pés em cima duma escalfeta, o que não pude confirmar visualmente mas se adivinhava pelo leve cheiro a chulé queimado. Olhou para nós e sorriu com um sorriso de vendedora da "Avon" e perguntou ao que íamos. Depois, sacou dum livro que parecia daqueles de assentar calotes de mercearia e começou a escrever qualquer coisa. Enquanto escrevia, com uma caligrafia desenhada e redonda de gaja que lê a Maria e bebe Baileys aos golinhos pequeninos, cometeu o maior erro: Quis ser espirituosa. Abanou a esferográfica no ar como se faz aos bebés pequeninos que não querem comer a sopa e disse, pondo uma vozinha esganiçada e achando-se extremamente engraçada:
- Agora vamos lá ver se o senhor bispo vos deixa casar!!!
Eu olhei para ela e pensei:
- Eu quero que o senhor bispo se f*da e tu também.
Pensei aquilo com tanta convicção que se deve ter ouvido. Pelo menos deve ter sido legível na minha expressão.
Ela, baixou os olhos e continuou o que estava a fazer. Não disse mais nada.

11 comentários:

Erica Maria disse...

Sorriso de vendedora de Avon foi forte..

Rs...

Minha mãe vende avon, mas sabe que nunca reparei o sorriso dela?

Bjos linda!

Emiele disse...

Então os olhos não são «o espelho da alma»? Deves ter olhado de um modo tão... tão expressivo, que as palavras se materializaram!

Mas há «cromas» dessas que custa acreditar como subsistem. E o ter «graça» é uma das partes, a outra insuportável é uma criatura dessas a DAR CONSELHOS. Já me aconteceu e devo ter feito essa tua cara!

Castanha Pilada disse...

Erica, quando disse "sorriso de vendedora da Avon" estava a lembrar-me do filme "Eduardo Mãos de Tesoura". Não sei se o viste mas se puderes vê. Aí vais perceber o que eu queria dizer com sorriso de vendedora da Avon. A tua mãe, sendo tua mãe, só pode ter um sorriso dos bons. :)))

Emiele, se a gaja me tivesse dado algum conselho, não sei se me aguentava.

Kruzes Kanhoto disse...

Também passei por isso, mas no meu caso não houve beatas envolvidas. Só o chato do padrecas.

Castanha Pilada disse...

Caramba! Porque só eu tive que ir ao bispo?

Luís Maia disse...

Então uma pecadora que pode desejar que o sr. bispo se f***, queria ir onde ?

Não sabes que Deus não dorme e tem uma orelhas enormes ? devia te ter mandado ao Papa

Taralhoca disse...

Há gente que não sabe estar caladinha.
Pior, há gente que tem a mania que é engraçada.
Mas mais pior mau que isso é encontrar dessa gente quando se está com os azeites.

Gi disse...

Deves ser muito importante, mulher!
Eu não tive que ir ao Bispo, só mesmo ao padre.

Castanha Pilada disse...

Luís, pecadora não sou eu pois não? :))))

Taralhoca, são uma praga!

Gi, já és a segunda! Eu ainda hei-de descobrir porque me obrigaram a ir ao bispo!

A Senhora disse...

Ufa! Dessa eu escapei! Casei só no civil, mas o juiz foi na festa e... saiu bêbado! :))

Castanha Pilada disse...

Fez muito bem! :)))