terça-feira, 17 de março de 2009

#2
Consigo ir para a cama e dormir sem qualquer sentimento de culpa sabendo que deixei a louça por lavar, o carro estacionado na curva, uma conta importante por pagar, o IRS por fazer ou o lixo por pôr no contentor. Só não consigo dormir descansada se souber que me desapareceu uma meia na lavagem da roupa. Procuro na casa toda, debaixo dos móveis, desmonto o filtro da máquina de lavar, desvio os tapetes, remexo as gavetas, vou lá fora fazer a vistoria ao logradouro comum… Desaparecer uma meia é, para mim, o maior sinal da incompetência duma pessoa. Como é que pode desaparecer uma meia? Evapora-se? Foge de casa? Esconde-se? Disfarça-se de cueca? Não, uma meia só pode desaparecer se nós falhámos em qualquer fase do processamento!
Mas não é só! Tenho outras regras bem definidas:
1.As meias devem ir para dentro da máquina, religiosamente, aos pares. Embora as estúpidas se separem lá dentro, isso já não é responsabilidade minha!
2.As meias devem sair da máquina de lavar agarradas ao correspondente par.
3.As meias devem ser penduradas a secar aos pares, agarradas pela pontinha do pé e com os calcanhares virados para fora, bem esticadinhas.
4.As meias devem ser dobradas com os calcanhares bem direitinhos e dobrados para o lado do pé, não do cano!
5.As meias devem ser dobradas de modo a ficarem com a forma de meias dobradas e não de bola de trapos para jogar futebol na rua. Já despedi empregadas por isso!
Toda a vida achei isto normal… Até ver que o meu marido se ri de cada vez que enuncio uma destas regras.

16 comentários:

Erica Maria disse...

Rs...tive que rir!

Rs...

Mas é assim, cada um com uma mania né?

Eu não consigo dormir sem arrumar a cozinha!

Msa não ligo mt pra meias ainda...

EU não uso e como ainda não sou casada....

BJo linda!

Erica Maria disse...

Vc já me visitou no meu outro blog?

Bjo, te espero lá!

Miepeee disse...

Tu es piugamaniaca :)

lost disse...

ahahaahahahahhahahahahahh!!!!

Em busca da meia perdida!!

Castanha Pilada disse...

Erica, não usas porque moras aí no calor! Aqui no Inverno às vezes até dá vontade de usar ceroulas!

Miepeee, lol! Finalmente alguém diagnosticou o meu caso!

Lost, e encontro sempre! Nem que ande semanas, mas encontro! Lol!

Castanha Pilada disse...

Erica! Já tenho link e tudo! Não viste?

Vap disse...

Pelo menos isso é só meia mania!
Tem gente que tem a mania inteira!

manzas disse...

Tocavam os raios ensolarados e madrugadores
Nas vastas planícies, terras por conquistar…
Do chão brotavam vidas e esperanças de amores
Colhidas por ninfas ao som de flautas, a dançar

Mas nessas terras, também corriam ventos de tirania
Trazidas por lordes e senhores de um Rei ditador…
Cobrando liberdade a um povo que por ela ardia
Forçados às leis impostas pelas espadas, suor e dor

Um resto de uma agradável semana!

Bem-haja!

O eterno abraço…

-MANZAS-

Emiele disse...

A gente também pode rir, ou só o marido tem licença?...

Como aqui a Erica disse, «cada um tem a sua mania», e esta nem é das piores. Eu um vez comprei umas peçazinhas de plástico que serviam exactamente para prender as meias aos pares antes de irem para a máquina de lavar, e quando saíam de lá molhadas tinham um orifício para se pendurarem juntas no estendal. Achei aquilo muito prático, mas aqui a dama que me trata da casa e também da roupa, não ligou nenhuma e as ditas peças foram desaparecendo uma a uma... Agora o que faço em relação às peúgas é comprar sempre iguais para, mesmo que desapareça uma podem continuar mais ou menos emparelhadas...
Mas tiveste mesmo graça!

Saltapocinhas disse...

vai ao medico!!
também tenho para aí um post meio escrito sobre o estranho desaparecimento de uma meia!
e ainda não deitei a outra fora com esperança de que o par apareça!
esta é a minha unica tara com as meias! e dobrá-las bem,..

Luís Maia disse...

Vou contar uma história para te arrepiar.

Estive na tropa em Moçambique, sempre em Lourenço Marques. Vivia com mais 7 colegas meus numa vivenda na Polana (não parecia serviço militar mas foi).

Tínhamos um empregado que nos tratava da roupa, todos tínhamos peúgas pretas. Imagina agora que cada um de nós tinha 15 pares de meias x 8 dava 240 meias.

Agora imagina essas meias todas a monte, em cima duma secretária, depois coloca 8 galfarros de manhã com pressa para ir para a repartição militar a tentar encontrar naquele mont,e onde algumas já tinham buracos que ninguém cosia , duas peuguinhas que fossem MINIMAMENTE iguais

Foi assim todos os dias durante 25 meses.

Horror disse ela , aposto

A Senhora disse...

Essa de colocar aos pares na máquina e tirá-las aos pares... bom... faço a mesma coisa.
Mas desisti de procurar meias. Nem as minhas esportivas escaparam dos meninos.
Assim, compro meias aos montes, ao preço de banana, com prazo de validade (no máximo 2 meses!). Depois vou achando os pés aos poucos, atrás da cama, sofa, da garagem, com a cachorra...

Taralhoca disse...

É sempre bom conhecer outra obssessivo-compulsiva. A mim só não me dá é para as meias :)) (eu é mais a posição dos objectos)

Castanha Pilada disse...

Bem visto Vap!

Olá Manzas! Continua a fumar disso que é fixe!

Emiele, onde é que se arranjam pecinhas dessas? Onde? Onde? Ondeeeee???

Saltapocinhas, no fundo não és muito diferente, só precisas de mais uns retoques!

Fogo Luís! Deviam fazer um filme de terror baseado nessa história!

Senhora! Blasfémia, Senhora!

Taralhoca, hás-de explicar melhor essa das posições...

Nós, Os Cachorros!!! disse...

Rs e mais rs
Desculpe amiga, mas nunca tinha conhecido ninguém que tem manias com meias...
Achei muito engraçado...
Mas, quem sou eu para falar algo...
Sou obsessivo por limpesa... rs

Castanha Pilada disse...

Cada um tem as suas! :)))