quarta-feira, 18 de março de 2009

#3
Quando me vi na iminência de ir viver com alguém, mas assim, viver mesmo, partilhar a cama durante toda a noite e não só uns bocados, que é como quem diz, casar… uma das minhas primeiras preocupações foi o meu sono.

- Mas gostas mesmo de mim?
- Sim, claro…
- Tens a certeza? Mesmo mesmo a certeza?
- Mesmo a certeza.
- Tens mesmo a certeza que és capaz de continuar a gostar de mim depois de veres os meus piores defeitos?
- Tenho mesmo a certeza. Mas que defeitos tão grandes podes tu ter que eu ainda não saiba?
Enchi o peito de ar como se fosse coragem em estado gasoso:
- Acordo muito mal.
- Mas muito mal como? Mal disposta?
- Mais ou menos.
- Mais ou menos?...
- Assim mais do tipo… inconsciente.

E é verdade. Todas as manhãs sou acordada com muito jeitinho, como se fosse qualquer coisa que se pode partir. Primeiro a luz, depois a televisão, baixinho. Depois uns beijinhos e uns bons dias não muito bruscos para não me provocar um avc fulminante. Algum tempo depois já consigo soltar uns sons, parecidos com miados, ainda não palavras. Mais tarde descubro que estou numa cama, na minha casa, na cidade tal, no país tal, no planeta terra e, mais duro que tudo, tenho que ir trabalhar. E vou.
O fim-de-semana é uma coisa tão boa!

11 comentários:

Miepeee disse...

Odeio musica ou barulho de manha e durmo que nem uma pedra. O o0uvido esta apenas treinado para um barulho ..Bia :)

Castanha Pilada disse...

Miepeee, eu ainda hoje tenho o ouvido treinado para isso... e as minhas Bias já são quase cotas. Não passa.

Saltapocinhas disse...

como eu te compreendo!
não tenho tv, mas tenho o dspertador a dar musica em 3 etapas!!

Castanha Pilada disse...

Comigo é escusado!

A Senhora disse...

Eu já acordo no primeiro toque ou à simples presença de Arthur, de pé, ao meu lado porque perdeu o sono.
Esse Arthur... esse sim é um drama! Acendo a luz da escada, depois do quarto, depois o chamo, depois dou beijinho, depois cócegas e depois, cansada de tudo, jogo para fora da cama!

Emiele disse...

:)
Coitada! De ti e do teu cujo.
Eu sou o rigoroso oposto. Mesmo o rigoroso oposto! Quando fico com sono é que rabujo e fico com mau feitio como os bebés. Mas raramente acordo mal disposta, é o momento melhor do dia para mim (porque é que acham que eu venho escrever aqui no blog tão cedo?)
E acordo sem despertador, deixo-o ligado ao rádio só por causa das dúvidas, mas acordo por mim, uns minutos antes.
E a maravilha das maravilhas é o meu filho que acorda por si, ás horas que quer! Sempre achei que essa característica era um pouco ET... Quando adormece diz para si «amanhã a um quarto para as 7» e quando é um quarto para as 7 abre os olhos!!! ou «amanhã às 10 e meia» e no dia seguinte já acorda às 10 e meia. Um espanto!!!!

Dantins disse...

É um risco enorme acordar-te repentinamente :P

Eu sou daquelas que acorda bem disposta e pula logo da cama. Agora para adormecer... tem que ser com silêncio, sem luz, e sem televisão.

Gi disse...

Eu acordo logo completamente desperta e cheia de energia; o meu marido tem de ser acordado como tu, ou antes, tinha, está a ficar com o sono mais leve.

Castanha Pilada disse...

Senhora, és mááá!!! :)))

Emiele, invejo-te. Pronto.

Dantins, também tu?!

Gi, olha outra... Pronto, sinto-me um alien!

Nós, Os Cachorros!!! disse...

Kakaka entendo completamente o que acontece contigo!!!
Aqui coloco dois celulares para dispertar, o aparelho de som e o telefone sem fio!!! rs
Mesmo assim as vezes perco as horas!!! rs
Mas, a maneira que tu expos isso foi o máximo!!!

Castanha Pilada disse...

Até que enfim alguém me compreende!