sexta-feira, 29 de maio de 2009

Não sou pródiga nestes acontecimentos. Posso contar até hoje duas vezes em que fui interveniente em espantosas coincidências, daquelas a que as pessoas mais entusiastas costumam chamar "premonições".
A primeira vez foi há muitos anos, mais de trinta. Eu estava sentada no banco de trás do carro à espera dos meus pais que tinham ido a casa buscar qualquer coisa e, para passar o tempo, observava as pessoas que passavam, através do vidro. A certa altura passou uma mulher jovem toda vestida de branco e, sem nenhum motivo especial, imaginei-a a tropeçar e a cair. Uns dois segundos logo a seguir, ela tropeçou e caiu de facto.
A segunda teve lugar há alguns dias. De manhã, durante aquele último sono em que costumamos sonhar parvoíces, vi-me a ir de carro numa paisagem estranha quando, ao longe, um avião se despenhou e incendiou. Fiquei muito aflita e tentei conduzir na direcção do acidente. Finalmente, cheguei ao local e vi as equipas de salvamento que retiravam cadáveres para um monte. Ao lado, via-se a cauda do avião separada do restante e o incêndio continuava. Quando acordei e liguei a televisão, nas notícias, fiquei a saber que um avião se tinha despenhado na Ilha de Java e havia 98 mortos.
Apesar de não acreditar em fenómenos para anormais nem nada disso, em ambas as ocasiões senti uma sensação estranha de "coincidência em demasia":

11 comentários:

A Senhora disse...

E mesmo que fosse paranormais, a gente fica com aquela sensação "o que faço com isso?". :)

bom final de semana e sonhos bons!

kuka disse...

Por muito menos já há por aí muita gente a sacar umas massas ao pagode.

Castanha Pilada disse...

Senhora, eu escrevi um textito. E chega. Bom fim-de-semana também!

Lol Kuka, e como se faz isso? Queres ser meu agente?

Mariquinhas disse...

Castanha, a essa "coincidência em demasia", há quem chame "Dom", é só mais um.
Cá por mim, seja o que for, eu dispenso, já me chega o "dejá vus" que na adolescência me atormentava e agora, quase na 3ª idade, voltou ( é uma sensação estranha de repetição).

Não me responda que, é da velhice, não lhe vou retribuir o elogio... eheheheh!
Bom fim-de-semana e boas coincidências!

Castanha Pilada disse...

E isso terá mesmo a ver com a idade? Já estou preocupada.

Mariquinhas disse...

Não senhora, os doutores dos nossos
"miolos", por exemplo, António Damásio ,diz que são cérebros muito criativos , que elaboram muitas imagens, enfim coisas muito apropriadas a si, eu, embora mais velha ainda não cheguei ao seu patamar, portanto não tem a ver com a idade, tem mais a ver com o hipo tálamo , muito sei....eheheheh
Prometo explicar melhor, quando acabar o livro (este é só um devaneio de sábado à noite), "Sentimento de Si" de António Damásio.

Castanha Pilada disse...

Ah mas esse Damásio tem muitos estudos!!! :)))

Nós, Os Cachorros!!! disse...

Em minhas crendices acredito que nosso espírito "passeia" durante o sono...
Nada incomum que antes de acordares não tenhas escutado algo ou até visto algo sobre o acidente...

Castanha Pilada disse...

Será??? :)))

Emiele disse...

UI!!!
E só te dá para desastres?
Coisas boas, já agora...

Castanha Pilada disse...

As coisas boas, como não me afligem, nem devo dar por elas. Se calhar já aconteceu, mas nem liguei. Não é assim?