domingo, 24 de maio de 2009

- São quatrocentos e dois euros.
Mas a pessoa à minha frente já o sabia. Tirou duma "mica" um cheque de quatrocentos euros e uma moeda de dois. Justificou-se envergonhada:
- A minha mãe diz que não passa cheques a acabar em dois euros, só em zero. Ou em cinco. Só quer contas certas.
- Mas porquê?! - perguntei agastada, já a antever grandes problemas para convencer a tesouraria.
- Se soubesse o que eu tentei convencê-la! Mas ela diz que quer a conta limpinha, sempre a acabar em números redondos. Até os juros a incomodam! Se tiver a conta a acabar em três vai lá pôr dois euros imediatamente! E os cêntimos? São uma doença!

Números redondos, no sistema decimal que nos rege é o zero ou o cinco, que significa as metades. Está certo. Para qualquer um de nós, fazer cálculos mentais com estes valores é tão natural como respirar. Mas para alguns de nós, é mesmo uma questão de vida ou morte. Bolas!

5 comentários:

Emiele disse...

Mas o engraçado é que a publicidade usa isso às avessas. Um produto quando está em promoção (e nem é preciso estar em promoção...) é muitas vezes 9,96 ou no caso 385 € por exemplo...
E senhora devia ser (ter uma pontinha, vá lá ) do que se chama NOC - neurose obsessivo compulsiva - e as coisas tinham de estar arrumadas e certas.
Sabes que eu quase a entendo...?

A Senhora disse...

Concordo com a Emiele quanto ao NOC (aqui é TOC, T de transtorno). Tenho um amigo que verifica as portas se estão fechadas umas 20 vezes antes de dormir.:)

Agora números redondos... deveriam terminar em 0, 5, 6, 3, 2 e 8, né não? :))

beijinhos

Mariquinhas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mariquinhas disse...

Não deixo de ter pena de pessoas assim; mas, ainda mais tenho das que convivem com elas, deve ser um pesadelo!

(Cá em casa, também há, quem não saiba raciocinar em termos de cêntimos, mas não complicam. O pior é quando não valorizam as moedas, não são precisas muitas para fazer 5 euros, deixando-as espalhadas e o dinheiro não nasce do chão nem somos ricos)

Castanha Pilada disse...

Emiele, a publicidade faz o opost mas com a mesma intenção. Mesmo que um produto fique a um cêntimo da conta redonda, já dá a sensação de custar menos do que... a tal conta redonda.

Senhora, todos temos as nossas manias. Eu é meias :))) Mas há pior.

Mariquinhas, eu cá ia fazendo a recolha. Mais nada!