domingo, 9 de agosto de 2009

Acordava de manhã e comia três ou quatro laranjas "ao murro". Era o meu pequeno-almoço. Já acordava a sonhar com o raio das laranjas.
Quando chegava a casa no fim do dia, cortava grandes rodelas de tomate para um prato, temperava com sal grosso e azeite e comia aquilo como se fosse um pitéu. Eu, que odeio tomate!
Quando ia a restaurantes ficava a olhar para os balcões das sobremesas, desejando loucamente a fruta. Só a fruta!

Eu precisava de estar sempre grávida. Mas sem a barriga... e sem ter uma criança de nove em nove meses. Pode ser?

12 comentários:

Monday disse...

é para isso que existe o espírito, não?

antonior disse...

Passei por aqui, para ser depressa e acabei lendo quase tudo....
Cumprimentos por isso....
pelas estórias divertidas com mais qualquer coisa dentro...

Até breve.

A Senhora disse...

Eu sempre detestei sopa, mas quando engravidei, foi o que mais tomei.
Bom, até que sua gravidez foi light! :)

beijinhos

Castanha Pilada disse...

Monday, mas o meu espírito prefere bifes e mousse de chocolate! O problema é esse!

Obrigada pela visita Antonior, volta sempre! :)

Senhora, fui sempre muito light nessas alturas. E sem sacrifício. Por isso é que eu queria continuar não é? :(

Miepeee disse...

Fiquei a gostar de algumas coisas que experimentei quando estive gravida e ha outras que nem antes nem depois.

Mariquinhas disse...

Sobretudo nos primeiros 3 meses comer fruta, de preferência com alguma acidez, era condição essencial para passar o dia bem disposta - sem enjoos e de manhã era só o que conseguia comer.
Com a idade tenho cada vez mais prazer em "comer" não descurando a qualidade sempre que possível!

mfc disse...

Não sei se essa receita consta do Pantagruel?!
Vou ver...

Saltapocinhas disse...

Fastio foi coisa que nunca tive, nem por essas alturas...
Rica dieta a tua!!

mariabesuga disse...

Ah eu fartei-me de comer batatas fritas de pacote e cascas de laranja. Eu levava laranjas daquelas com a casca grossa para o lanche e dava a laranja quase toda mas comia a casca.
Resultado... a criança sempre gostou de laranja e mal andava já sabia ir direitinha ao sítio onde estavam as batatas fritas no supermercado. Pois se tinha passado 9 meses a aprender o caminho...
Isto tudo na primeira gravidez porque na segunda, 20 anos depois, nem por isso...

Castanha Pilada disse...

Miepeee, eu nem por isso.

Mariquinhas, a parte do saudável é que é tramada... para mim pelo menos...

mfc, consta de certeza.

Saltapocinhas, mas eu não era fastio. Eu achava que aquelas coisas que comia eram ricos pitéus!

mariabesuga, cascas de laranja mulher???

Paula Raposo disse...

Isso seria uma óptima ideia!!

Castanha Pilada disse...

Não era? :)