quarta-feira, 12 de agosto de 2009

O empreiteiro tosco, daqueles que usam camisas abertas até meio com voltas de ouro ao pescoço, apareceu por lá e levou a esposa, uma daquelas senhoras que usam saia sem cós e cruzam os braços debaixo das mamas e por cima da barriga. Vinham ambos muito entusiasmados porque tinham estado a assistir, nesse mesmo fim-de-semana, a uma coisa "muito linda" e "muito bem feita"! Ele contava e ela só acenava com a cabeça a concordar:
- Porque isto a gente tem que ver de tudo não é? Para se cultivar! Não pode ser só ir para o café beber, tem que se ver estas coisas diferentes!
E ela acenava...
- Fomos a uma feira medieval. Não foi Maria? Aquilo é que estava uma categoria!
E ela acenava...
- Às tantas, abriu-se uma porta e saiu de lá um cavalo!... Com uma fulana em cima toda descascada!... Que era como elas andavam lá no... medieval... aquilo era mesmo para ser uma coisa bem feita! Mesmo como naquele tempo!
E ela acenava...
E nós a concluir que eles tinham estado no Festival Erótico Medieval, uma espécie de feira do sexo mas para mais rasca ainda. E nós a pensar como gostávamos de ser mosquinhas para termos visto lá aqueles dois, com aquele ar de quem estava numa lição de história...

4 comentários:

Mariquinhas disse...

Ainda bem que me contas essa do "Festival erótico Medieval", não fazia a mínima idéia - isso de viver fora dos grandes centros faz-nos ficar desactualizados e até incultos sei lá...È que eu aprecio cenas de cariz histórico; então, não gostaria de fazer a mesma figura da Maria da sua história:))
(esta é também do mais "fino recorte"...)

Paula Raposo disse...

Eh eh eh

A Senhora disse...

:))) Eu também queria ser uma mosquinha para estar lá e ver estes dois, tão bem descritos! :))

Castanha Pilada disse...

Mariquinhas, foi em Gaia. Eu não fui lá, mas deve ter sido realmente um mimo...

Paula, nós também nos rimos. Mas disfarçadamente.

Senhora, é que só imaginar já é um espectáculo! Ver, então, deve ter sido!...