terça-feira, 27 de outubro de 2009

Íamos ter uma visita de estudo à maior fábrica dos arredores e as professoras, tomando-nos por vegetais, incentivaram-nos continuamente nas aulas anteriores:
- Oh meninos, vocês aproveitem! Façam perguntas! Mostrem curiosidade!
- Então não? - pensava eu cá com os botões da minha camisa de flanela à ideóloga da revolução - Claro que faço!
Eu já as tinha todas fisgadas, que não era parva, não perdia pitada das novas tendências e via televisão todos os dias. E no dia da visita lá estava eu, na linha da frente, de caderninho em punho, pronta para me tornar mártir da verdade e da defesa dos mais fracos como no dia em que tinha ido comprar uma carteira com a minha mãe.
No final da ronda em que me mantive caladinha, o senhor que nos guiou mandou-nos fazer uma rodinha à volta dele e fez o convite de circunstância:
- Alguém quer pôr alguma questão?
Eu queria. Várias.
- Qual é a diferença entre o ordenado mais baixo e o mais alto dos trabalhadores desta fábrica?
- Qual a média dos ordenados das mulheres? E a dos homens?
- Os trabalhadores têm direito a férias e folgas?
E a professora de português que tinha ido connosco, coitadinha, tão frágil e delicada, a pôr as mãos à cabeça e a dizer num queixume sumido:
- Oh D...!... Francamente!...

9 comentários:

Paula Raposo disse...

Perguntas pertinentes...

A Senhora disse...

:))) A santa Castanha ataca novamente! :))

Mariquinhas disse...

Está certo - "Ideóloga" na forma e na substância - isso sim era militância...Ganda Castanha.;))

Castanha Pilada disse...

Paula, pelo menos eu achei.

Senhora, era um martírio, lol!

Mariquinhas, coerente, portanto. :)))

Nós, Os Cachorros!!! disse...

kkakakakaka
Vc é terrivel desde pequena!!!
Acho que é por isso que amo este blog!!!

Mariquinhas disse...

"coerente" - nem mais - não perdeste "qualidades":))

Emiele disse...

Aí, valente!!!
Ou era para perguntar, ou não era... Imagina-se a cara da professora, tadita.

Castanha Pilada disse...

Nós, terrível é uma palavra que nunca associei a mim. Acho que sempre fui um bocado naif, isso sim.

Castanha Pilada disse...

Emiele, então não era?

Lol Mariquinhas...