sábado, 31 de outubro de 2009

-Eu estou a cargo duma menina que está a estudar mas o pai dela é burro e não fala. O que faço?

Isto foi-me perguntado assim, mesmo com estas palavras e esta simplicidade, com um profundo sotaque angolano, e no fim a minha interlocutora olhou para mim e ficou à espera duma resposta como se me tivesse perguntado as horas.
É nestas alturas que me apetece ser eu a perguntar: O que faço?

6 comentários:

A Senhora disse...

Dá a impressão que de repente estamos em outro planeta. Só depois daqueles milagrosos segundos em que nosso cérebro decodifica a mensagem é que conseguimos perceber o tal planeta.

Bom... Você disse as horas? :))

Mariquinhas disse...

-"Pode repetir, por favor?"
Talvez não adiantasse...Tenho uma irmã que trabalha, aí, em Lisboa na Loja do Cidadão das Laranjeiras - ela conta-me "episódios" muito semelhantes - chegam a ser angustiantes, para ela. Castanha, compreendo-te bem.

mfc disse...

Dá a impressão que nós é que somos extraterrestres!

Castanha Pilada disse...

Senhora, eu mandei-a para os serviços de acção social. Pareceu-me que era o caso.

Lol Mariquinhas, acredito. Ele aparece cada um!

É mais ou menos isso mfc...

Emiele disse...

Parece mesmo código!
Vamos ver se os serviços de acção social têm mais capacidade de descodificar.

Castanha Pilada disse...

Espero que tenham tido...