terça-feira, 20 de outubro de 2009

A minha mãe saiu de casa disposta a comprar uma carteira nova. E levou-me com ela. Erro de estratégia. Porque depois de eu a ter ouvido dizer numas dez lojas que "Gosto muito desta. Vou dar mais uma volta e, se não encontrar nenhuma melhor, venho buscá-la", já sem paciência nenhuma, resolvi dar com a boca no trombone e dizer ao senhor da loja, muito penteadinho e de fato como se apresentavam dantes os trabalhadores do comércio, todos com ar de boas pessoas, que era mentira:
- É mentira. - disse eu quase com um sentido de missão dentro de mim - Ela diz isto em todo o lado!
A minha mãe, qual camaleão, mudou de cor para um tom que até aí só tinha nas faces graças ao "rouge", desculpou-se sem saber muito bem como e saímos para a rua onde levei a maior reprimenda da minha vida.
Achei injusto. Pois se a minha mãe, a minha própria mãe, aquela que me dava educação e não me deixava mentir nem fazer mal a ninguém, andava de loja em loja a enganar aquelas pobres almas depois delas terem desarrumado todas as carteiras que lá tinham só para lhe mostrar! E eu bem sabia como era um massacre arrumar os legos depois de brincar! A verdade tinha que ser reposta!

14 comentários:

Paula Raposo disse...

As crianças são fantásticas!! Beijos.

A Senhora disse...

Talvez seja este um motivo que eu nem leve os meus para fazer compras comigo. :)))

Santa menina! :))

Castanha Pilada disse...

Fantásticas mesmo Paula. Se fosse minha filha levava um estalo, lol!

Prudente Senhora, prudente!

Emiele disse...

Agora ri-me porque há pouquíssimo tempo vivi uma cena quase dessas. Também entrei numa loja com o meu filho para espreitar uns sapatos que estavam expostos. Não os queria comprar, só ver, mas a vendedora desfez-se em amabilidades, fez-mos provar, gabou a cor etc, etc. Retribuindo a gentileza lá lhe disse que «agora não, mas no fim da volta ali ao supermercado talvez passe por aqui» Quando já ia a entrar no carro depois de ter feito o que precisava, diz-me o meu filho «Estás a esquecer-te dos sapatos!» e a cara de indignação quando lhe disse que aquilo tinha sido só para me livrar da vendedora...! (mas ele é crescido, só que inocente destas coisas)

Dantins disse...

A sinceridade infantil é demais :)
Mas tu tinhas razão, anda uma mãe a ensinar que mentir é feio para depois ela própria mentir :O

Gi disse...

Ui! Tive tantas destas com a minha mãe.
Como é que julgas que sou tão morena? ;)

R. disse...

Eu também bem sabia como era aborrecido arrumar os legos. Andar às compras ainda é! :)

R.

Castanha Pilada disse...

Emiele, é tão boa a idade da inocência! Lol!

Dantins, educar só com exemplos é um desafio e tanto. Eu tento, mas já devo ter feito alguma também.

Lol Gi, não sei. Não me pareces pisadinha!

R, que sacrilégio!

Mariquinhas disse...

Pela resposta que dás ao Dantis, se bem percebi, gostas de ir às compras...eu confesso que gosto mas, cada vez mais, controladamente:))
Não resisto em contar - quando aqui na terra abriu o 1ºsupermercado (para a época - 1970 - era muito bom) foi um deslumbramento...eu mais o meu irmão mais velho , a maior parte das vezes, éramos nós que fazíamos as compras da semana de mercearia à praça ia o meu pai - eu perdia-me nos corredores a ver tudo com muita atenção e a comparar preços, claro, não havia a oferta que há hoje, mas, comparado com a mercearia da esquina era um maná. Não havia semana que ele não me ameaçasse (chegou a fazê-lo) dizendo - " se não te despachas, olha que eu canto… imagina ele cantava bem mas o fado "o xaile da minha mãe"… era muito mau para a minha reputação de adolescente fã dos beatles ter um irmão a cantar fado...remédio santo eu aviava as compras num ápice:))

Castanha Pilada disse...

Lol! Eu gosto de fazer compras mas não é no supermercado! É a comprar coisas de que não preciso para nada! :)))

Mariquinhas disse...

Eu era tudo, então como gosto de cozinhar e na altura já cozinhava...
Tudo pasa por ferramentas sempre com a idéia de reformar qualquer coisa cá em casa como pintar móveis com aquelas patines ou enfim idiotices e não só porque quando me aparece um projecto de cenografia fazem falta as tralhas que eu tenho,ultimamente é que o negócio anda muito fraco..."isto é que vai uma crise" já dizia Ivone Silva que eu, eu embora a achasse uma boa actriz, não apreciava o estilo ( estava noutra) mas, comparado com o que se faz hoje - a imitar - aquilo era muito bom, já divaguei..;))
Ah e a tua resposta foi ao R.e não ao Dantis

Castanha Pilada disse...

As idiotices fazem-nos tão bem!... Ivone Silva também não era a minha onda, ficava sempre a olhar de boca aberta enquanto a minha mãe se ria muito. Olha, já me lembrei doutra história!

Nós, Os Cachorros!!! disse...

Sugoi!!!
Incrível em portugu%es!!!
Amei!!!

Castanha Pilada disse...

Sugoi?! Lol!