quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Em hora de ponta no centro comercial, com centenas de pessoas nas filas para os diversos "fast-food", uma senhora algures ali no meio atrapalhava a fluidez dos almoços das formiguinhas. Debruçada sobre um carrinho de bebé, fazia aquelas figuras todas que alguns adultos fazem ao pé dos bebés: Falava com uma voz estranha esganiçada, produzia sons não identificáveis e abanava a cabeça muito excitada.
Quando se afastou para se juntar à filha adolescente que estava perto de mim, fiquei a saber que ela nem conhecia o bebé em causa, nem a mãe. Muito entusiasmada e com muitos decibéis, partilhava com a miúda, visivelmente envergonhada, as suas emoções:
- Ai o que eu gosto de bebés! Gosto tanto!!! Mas só tenho uma!
E enquanto dizia isto, fazia festinhas no queixo da sua bebé, seguramente com uns quinze anos de idade e uma vontade louca de ser teletransportada naquele momento para o Alasca.

8 comentários:

A Senhora disse...

Todos os dias agradeço a Deus porque meus bebés estão crescendo rápido (embora isso signifique um gasto enorme em roupas e sapatos). E entendo o que a miúda passou. Normalmente faço dessas quando o meu bebé está me atormentando demais. Ele foge na hora! :)))

kuka disse...

Será que a senhora enquanto falava e fazia as festinhas na filha, olhava para todos os presentes com aquele ar de pessoa muito engraçadinha?

Emiele disse...

Ah Castanha, são cenas tão vulgares para nosso divertimento e vergonha de quem acompanha a histérica da dama. Na tua história a tal cereja do bolo é a pobre da filha a quem caiu semelhante mãe. Mas deve estar habituada e desligar... E quando começam a falar da filha ou do filho à pessoa que está ao lado na bicha ou sentada no banco do autocarro?... Deve ser de fugir logo!

mfc disse...

Mãe é... fogo!

papagaio disse...

ai as saudades de passar vergonha pelas maos dos progenitores especialmente idas a escola

Gi disse...

Graças a Deus, como mãe que gosta de bébés, não faço figuras dessas men acaricio os queixos dos meus rapagões em público. ;)

Miepeee disse...

Maes...maes....oh raca.....ahahahahaha

Castanha Pilada disse...

Senhora, mais uma vez: és mazinha!!!!

Sim Kuka, comaquele ar de "sou tão à frente"!

Emiele, nesta idade ninguém está habituado a isolar. Não conseguem.

Lol mfc. Algumas!

Papagaio, aí está uma perspectiva diferente do mesmo.

Gi, nem eu!

Miepee, raça pergosa!!!