sábado, 20 de dezembro de 2008

Lembrei-me desta conversa que tive com um dos homens mais toscos que já conheci e que infelizmente era director da organização onde eu trabalhava, e escrevi-a para participar no Grande e Espectacular Concurso Incompreensível

ELE: Tenha paciência, eu não a posso promover!
ELA: Porquê?
ELE: Porque é que acha? Pense lá!
ELA: Não sei...
ELE: Já viu que se for promovida passa a ganhar mais que o seu marido? Ah! Ah! Ah! Essa era muito boa! Os dois a trabalhar no mesmo sítio e a mulher a ganhar mais! Depois como era lá em casa?
ELA: Como era o quê?
ELE: Ora! Não se faça desentendida!

9 comentários:

A Senhora disse...

Eu saí da empresa em que trabalhava porque me casei com um dos sócios e a sócia não gostou nadinha de uma funcionária ser "promovida" à sócia em menos de 4 meses de namoro.

Monday disse...

Em outro comentário por aqui, te falei sobre o meu espanto de estarmos em 2008 e ainda haver lugares tão rústicos. Na realidade, não me referi ao da sua história em particular, mas ao citar que ainda havia lugares como aquele em épocas atuais.

Acho que vou repetir o comentário novamente, caso o diálogo tenha sido atual: esse povo já sabe que o calendário está quase 2009? Faz tanta diferença assim ganhar mais que o marido? Ah, como eu queria uma esposa milionária a cobrir-me de mimos ... e eu seria todo dela, com o máximo prazer ...

Monday disse...

Ah, sobre seu comentário no texto do meu colega Eros, lá no blog: em alguns estados daqui, cacete é baguete, nos outros, cacete é aquilo mesmo que ele disse ...

Miepeee disse...

Esse homem nao era so tosco como perfeitamente estupido. Ha com casa figura que so vendo.

mfc disse...

Ora... promovia o teu marido e estava m os dois casos bem resolvidos!

Castanha Pilada disse...

Senhora, aqui não foi um caso de ciúmes, foi mesmo uma besta quadrada em acção.

Monday, isto foi verdade mas foi há muito tempo. Acho que hoje, numa organização como aquela onde eu trabalho, ninguém teria lata de dizer uma coisa destas. E viva o cacete! Lol!

Miepee, era uma besta sim. Em boa hora se reformou e foi com as p...

Pois mfc, mas isso ele não podia fazer. Por motivos. De qualquer forma era um anormal.

Emiele disse...

Claro que sim. Onde é que já se viu!!!!

Mas presta atenção que passam duas séries lá pelos canais FOX e AXN, onde as mulheres, desembaraçadas mulheres de negócios ganham mais que os companheiros e até lá aquilo é complicado.

Gi disse...

Já houve um tempo que ganhei mais que o meu namorado e, mais tarde marido.
Só uns anitos depois de casados ele passou a ganhar mais.
Nunca tivemos problemas.

Castanha Pilada disse...

Emiele, eu conheço vários casais onde ela ganha bastante mais e nem sempre há stress. Depende da cabeça das pessoas.

Gi, problema é não haver. Digo eu.