quinta-feira, 26 de novembro de 2009

O filho único de catorze anos da minha amiga arranjou a sua primeira namorada. A mãe descobriu, como sempre descobrem tudo as chatas das mães. E interrogou-o. Queria saber quem era, como era, qual o nome, que idade tinha. O miúdo, como sempre fazem todos os miúdos, fechou-se em copas e da boca dele não saiu um som. Mas a minha amiga não é das que desistem. O seu instinto maternal à mistura com o cabrão do sexto sentido que dizem que as mulheres têm, levou-a a concluir que se tratava duma colega da equipa feminina de andebol e não perdeu um minuto, tratou de ir assistir ao treino. Já no pavilhão, sentada na bancada a tentar esquadrinhar todas as raparigas que via, na tentativa de descobrir de quem se tratava, foi vista pelo filho que, nervoso, se apressou a ir ter com ela para a convencer a ir para casa:
- Mãe! O que fazes aqui???
- Vim conhecer a tua namorada! Qual é? Qual é?
E o rapaz, completamente à toa, aproximou-se e em surdina, suplicou:
- Está calada! A mãe dela está mesmo atrás de ti!
Sempre discreta, a minha amiga virou-se para trás e deu de caras com uma altiva mulher negra de turbante cor-de-laranja à volta da cabeça. Completamente surpresa, olhou o filho e exclamou sem preocupação nenhuma:
- A tua namorada é preta???

E pronto. Assim ficou o rapaz com uma história que há-de um dia contar aos netos ao serão, no meio de grande risota.

5 comentários:

A Senhora disse...

:))) Tadinho! Eu sempre achei que os meus namorariam meninas negras. Quando bebês amavam mulheres negras!

Ontem peguei o meu menor (12 aninhos!!!) conversando ao telefone com um amigo dizendo não entender as meninas, e daí vai que conta de uma que, vira-e-mexe está perto dele, pega na mão. Ela é bem mais alta que ele. E agora ele vem com a história de ir ao médico para crescer.
Eu conheço a menina - uma graça, inteligente, falante.

Mas... 12 anos?! Tenha dó!

Castanha Pilada disse...

Ai os 12 anos são tão dramáticos! :)))

Mariquinhas disse...

Mais "discreta" não podia ser a tua amiga:))
As "chatas das mães" não aprendem, como eu, a tua amiga tem desculpa, só tem um filho, já eu com três;))

Paula Raposo disse...

As mães são muito 'chatas' mesmo. Livra!!
Beijos

Castanha Pilada disse...

Mariquinhas, é discretíssima! E é melhor mesmo ter mais que um para não acabarmos tão chatas. Eu também tenho três mais duas emprestadas.

Pois somos Paula.