quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Antigamente havia muitos. Hoje em dia, curiosamente, apesar da maior leveza dos costumes ou talvez mesmo por isso, quase não se vêem. Ou então andam mais discretos.
Falo dos detectives particulares, aqueles profissionais que imaginamos de chapéu e golas levantadas à Humphrey Bogart quando somos crianças, e que descobrimos que mais não são do que perseguidores pagos de cônjuges adúlteros quando crescemos um bocadinho.
Lá no bairro onde morei há muitos anos falava-se duma senhora que nunca ninguém viu e hoje tenho dúvidas de que tenha mesmo existido, cujo marido tinha contratado um desses detectives para a perseguir, desconfiado que andava das múltiplas idas ao cabeleireiro e à modista; e que depois dele lhe ter assegurado que a esposa era a mais fiel e virtuosa das esposas, veio a apanhar a ambos "com a boca na botija". Quer dizer, acho que mais ela do que ele.

8 comentários:

Kruzes Kanhoto disse...

Deve ser da crise.Hoje o cobrador do fraque é mais requisitado,

Monday disse...

acho que hoje ficou tão comum esse tal de adultério, que gastar dinheiro para ter certeza virou mesmo um desperdício ...

A Senhora disse...

E hoje, quer adúltera ou mulher virtuosa, quer seja uma lenda ou real, a dita mulher é eternizada através do seu blog (pelo menos enquanto existir o blog!). :)

Anónimo disse...

"Elementar meu caro Watson!": Não pagues para te confirmarem o que (não) queres saber e se pagares certifica-te que não será com o teu dinheiro e com a pessoa que queres(?) para tique se vão aquecer! (aproveitando o aforismo da botija).
Eu cá não sei que nunca os vi, mas que os há, há! que eles anunciam-se no jornal...
Agora vou pegar da lupa e zarpar... see U later :-)
teresa

Emiele disse...

Eu cá nunca vi nenhum! Nem agora nem dantes. Mas esse da senhora em questão, era capaz de ser interessante, do tal tipo Humphrey Bogart. Seria?

Castanha Pilada disse...

Kruzes, deve ser isso. Antes cornudo que sem dinheiro.

Monday, essa teoria quer dizer que... somos todos enganados? :))))

Lol Senhora, já me estás a agoirar a blogue! Só se o matarem, eu não tenciono! :)))

Teresa, ainda há? Têm clientela afinal? Isso deita abaixo a teoria do Monday. :)))

Emiele, só pode. Foi assim que o imaginei na altura, lol!

mfc disse...

Há pelo menos dois modelos de "botijas"!
E ambos aquecem bem!

Castanha Pilada disse...

E bilhas também há vários modelos! Neste tempo dizia-se bilha, bilha de gás!